sábado, 12 de junho de 2010

Estivemos em Belem




Hoje, Shabat, dia de descanso, repouso e oracoes dos judeus. As ruas estavam vazias, nos permitindo assim a rapida viagem de Ein Karem para Belem. Atravessamos o muro da vergonha, como se passassemos de um pais a outro, com muita tranquilidade. Como brasileiros, somos queridos, tanto pelos israelenses, quanto pelos palestinos. Assim, pudemos visitar logo cedo o santuario do Campo dos Pastores, revivendo la a memoria do anuncio do nascimento do Messias. Depois, enfrentamos uma fila enorme de peregrinos, que tambem queriam passar pela gruta da Natividade. Valeu o sacrificio,sobretudo para beijar a Estrela onde nasceu o Salvador. Depois disso, celebramos a missa na Gruta de Sao Jeronimo, com uma linda reflexao feita pelo Frei Joao Mannes sobre a encarnacao de Deus no seio da humanidade. E para contentar a parte fisica de nosso corpo, que ja estava necessitada, degustamos um gostoso cardapio italiano na Casa Nova.
Na parte da tarde, visitamos a Gruta do Leite. De acordo com a tradicao, neste local Maria se refugiou numa gruta, que era de rocha preta, para amamentar o Menino Jesus. A partir daquele instante, aconteceu um milagre e a rocha tornou-se branca, da cor do leite de Nossa Senhora. Segundo o Frei que toma conta do Santuario, ja sao mais de 1800 depoimentos de pessoas que receberam o milagre do pozinho que la e distribuido. Os milagres aconteceram na linha da gravidez, amamentacao e ate na cura do cancer.
Na parte da noite, ainda sobrou um tempo para comemorar o final do Shabat, com um passeio pelas ruas de Jerusalem (Jerusalem by night).

Um comentário:

Cilene disse...

Pai e mãe!!É maravilhoso acompanhar os caminhos que estão percorrendo, só de ler os relatos e ver as fotos já ficamos emocionados!!
PS: o pai, com aquele chapéu e a camisa do Brasil, é o legítimo turista!!
Abração, Cilene e Afonso